Teoria de Maslow: Conheça o combustível infinito da motivação

Teoria de Maslow: Conheça o combustível infinito da motivação
Continua após a publicidade..

Alguma vez na vida você já ouviu falar sobre a Teoria de Maslow? Este é um conceito bastante curioso e ao mesmo tempo interessante.

Se você está envolvido na área de administração ou marketing, então é bem provável que já esteja um pouco mais familiarizado com esse conceito.

Mas, afinal de contas, o que de fato significa essa teoria e qual é a sua funcionalidade?

Basicamente, a teoria de Maslow trata-se de uma pirâmide. Na qual, coloca-se as necessidades dos seres humanos em hierarquia.

Tendo assim, como principal objetivo incentivar melhorias e progressos tanto em sua vida pessoal, quanto na profissional.

Portanto, caso tenha ficado interessado em entender um pouco mais sobre esse conceito e como ele pode ser útil para você. Continue lendo este artigo!

O Que É A Teoria De Maslow?

O Que É A Teoria De Maslow?

A teoria de Maslow, popularmente conhecida como “Hierarquia das necessidades de Maslow”.

Ou, simplesmente, “A pirâmide de Maslow”, é um conceito de psicologia que foi criado em meados de 1943 pelo psicólogo norte-americano, Abraham Maslow.

Este conceito é bastante empregado na área da psicologia para determinar as necessidades básicas de um indivíduo. Pois, o objetivo central da teoria é determinar o conjunto de fatores:

Internos (as necessidades) que podem motivar um indivíduo a alcançar satisfação em sua vida pessoal como também em sua vida profissional.

Portanto, o psicólogo propôs em sua teoria que a motivação é o resultado da tentativa de uma pessoa de satisfazer cinco necessidades básicas, que são:

  • Fisiológica;
  • Segurança;
  • Relações sociais;
  • Estima;
  • Autorrealização.

Então, Maslow acreditava que essas necessidades existem em uma ordem hierárquica.

Desse modo, surgiu o conceito da hierarquia das necessidades de Maslow. Comumente referida apenas como “a pirâmide de Maslow”, o qual se tornou o trabalho mais notório do psicólogo.

Basicamente, a pirâmide representa essas cinco necessidades dos seres humanos.

Podemos ver então, que na base da pirâmide encontram-se as necessidades fisiológicas, que são necessárias para a sobrevivência de qualquer indivíduo.

Em seguida, estão as demais necessidades em níveis de importância até chegar ao topo da pirâmide.

Na qual, está localizada a autorrealização, uma necessidade um pouco mais difícil de alcançar que as anteriores. Por isso, é a última dessa ordem hierárquica.

Hierarquia das necessidades de Maslow

O psicólogo acreditava firmemente que para um indivíduo atingir o topo da pirâmide, ou seja, a realização pessoal.

Acaba sendo necessário que ele atinja os outros estágios anteriores. Desse modo, confira a seguir quais são as cinco necessidades da pirâmide de Maslow.

1. Fisiológicas:

Começamos então, com as necessidades fisiológicas que são essenciais para a sobrevivência não somente dos seres humanos.

Bem como, de qualquer outro ser vivo e que devido a essa importância, encontram-se na base da pirâmide de Maslow. Ou seja, sem elas, seria impossível avançar para os outros estágios da pirâmide.

Alguns exemplos de necessidades fisiológicas incluem:

  • Comida;
  • Água;
  • Oxigênio;
  • Homeostase.

Além disso, os requisitos primários para a sobrevivência dos seres humanos, Maslow também incluiu abrigo e roupas.

Do mesmo modo que, ainda nesse estágio da pirâmide, o psicólogo acredita que a reprodução é importante para a propagação da espécie.

2. Segurança:

À medida que avançamos para o segundo estágio da pirâmide de Maslow, as necessidades começam a se tornar um pouco mais complexas.

Uma vez que, nesse estágio da pirâmide as necessidades de segurança se tornam essenciais. O indivíduo busca por sensação de proteção e segurança, e isso pode incluir diversos fatores, tais como:

  • Estabilidade financeira;
  • Plano de saúde;
  • Seguro de vida;
  • Casa própria e seguro de bens.

Logo, as necessidades de segurança juntamente com as fisiológicas, compõe a base da pirâmide de Maslow. Por isso, são consideradas as necessidades básicas mais importantes da hierarquia.

3. Relações sociais:

Já no terceiro nível da pirâmide de Maslow, as necessidades sociais incluem relacionamentos, amor, aceitação e a sensação de pertencimento.

Ou seja, fatores que geralmente são considerados de extrema importância para a felicidade de uma pessoa. Algumas dessas necessidades são:

  • Família;
  • Amigos;
  • Relacionamentos amorosos;
  • Pertencimento a grupos;
  • Aceitação.

É importante para um indivíduo sentir-se amado e aceito por outras pessoas, pois, esse fator pode evitar diversos problemas psicológicos como depressão, ansiedade e solidão.

Continua após a publicidade..

Então, a sensação de pertencimento a grupos (religiosos, escolares, esportivos, ou de interesses em comum) é também fundamental para manter uma pessoa feliz e motivada.

4. Estima:

No penúltimo estágio da hierarquia de Maslow, encontra-se a necessidade de estima.

Sendo assim, onde o indivíduo desenvolve sua autoestima, buscando por reconhecimento e apreciação das pessoas ao seu redor. Confira a seguir alguns exemplos:

  • Autoestima;
  • Autoconfiança;
  • Realizações e conquistas;
  • Reconhecimento e apreciação;
  • Respeito aos outros.

Uma vez que as necessidades de estima são alcançadas, a pessoa passa a demonstrar mais confiança em si própria e em suas habilidades.

Ao contrário de uma pessoa que possui uma baixa autoestima, que constantemente irá sentir-se inferior e incapaz.

Tal como as necessidades sociais, a estima também faz parte das necessidades psicológicas da hierarquia.

5. Autorrealização:

Enfim, chegamos no último estágio da pirâmide de Maslow, onde está localizada a necessidade de autorrealização, considerada a mais complexa entre todas as outras necessidades.

Consequentemente, a mais difícil de se alcançar. Afinal de contas, não é pra menos que encontra-se no topo dessa hierarquia.

Para Maslow, a realização pessoal é a capacidade de se tornar a melhor versão de si mesmo. De acordo com a própria definição de realização pessoal do psicólogo:

“Um músico deve compor, um artista deve pintar, um poeta deve escrever, caso pretendam deixar seu coração em paz. O que um homem pode ser, ele deve ser. A essa necessidade podemos dar o nome de autorrealização…”

Ou seja, não há uma fórmula secreta para se alcançar a realização pessoal, pois, certamente, todas as pessoas possuem valores, desejos e capacidades diferentes.

Como resultado, a autorrealização se manifestará de maneiras diferentes em cada um desses indivíduos. No entanto, pessoas que buscam alcançar a realização pessoal, precisam desenvolver as seguintes características:

  • Criatividade;
  • Disciplina;
  • Autoconhecimento;
  • Confiança;
  • Independência;
  • Espontaneidade;
  • Ética.

Caso esteja interessado, confira uma lista de como mudar hábitos em apenas 21 dias!

Conclusão

Conclusão

Portanto, a hierarquia de necessidade de Maslow é, basicamente, uma pirâmide com as necessidades dos seres humanos em ordem hierárquica.

A base é formada por necessidades fisiológicas, que são importantes para a sobrevivência de qualquer indivíduo. Logo em seguida temos as necessidades de segurança, sociais, estima, até chegarmos ao topo da pirâmide, onde encontra-se a necessidade considerada a mais complexa, a necessidade de realização pessoal.

Alguns críticos da teoria de Maslow acredita que é difícil alcançar o topo, já outros acham que é possível chegar até lá sem ser necessário passar pelos outros estágios da pirâmide.

Mas, para Maslow, cada uma dessas necessidades são essenciais para a evolução de um ser humano, são também fundamentais para que ele possa alcançar seus objetivos tanto pessoais quanto profissionais.

De fato, a teoria de Maslow ainda é amplamente discutida e estudada até os dias atuais, é também sempre referida como exemplo nas áreas profissionais da psicologia e administração, pois pode servir como fonte de motivação.

Por fim, você já conhecia essa teoria ou ouviu falar sobre? Concorda ou discorda de alguma dessas necessidades da pirâmide de Maslow? Então, deixe o seu comentário e compartilhe nas redes sociais para que outras pessoas possam conhecer essa teoria também!

Perguntas Frequentes

1. A Teoria de Maslow se aplica a todas as culturas?

Sim, embora as prioridades possam variar, a hierarquia das necessidades é uma característica universal.

2. Como posso identificar minhas necessidades de autorrealização?

Autoconhecimento e reflexão são essenciais. Pergunte-se sobre o que o faz sentir-se mais realizado e verdadeiro consigo mesmo.

3. É possível experimentar várias necessidades simultaneamente?

Sim, as necessidades não são estritamente sequenciais. Podem coexistir em diferentes graus.

4. A Teoria de Maslow é amplamente aceita na psicologia?

Sim, apesar de algumas críticas, a teoria permanece influente na psicologia e em áreas como negócios e educação.

5. Como a Teoria de Maslow pode ser aplicada em ambientes de trabalho?

Empresas podem criar ambientes que atendam às necessidades de segurança, social e estima de seus funcionários para promover a motivação e o desempenho.

A Teoria de Maslow oferece uma compreensão valiosa da motivação humana e pode ser aplicada em diversas áreas da vida. Ao reconhecer e atender às nossas necessidades em diferentes estágios, podemos buscar um caminho de autorrealização e satisfação pessoal.

Continua após a publicidade..

MANAGER

Deixe um comentário